Morgana

"Você não precisa saber meu nome para me idolatrar. Sou sua rainha e o mundo é meu reino."

Description:

Morgana é a mulher mais bonita do mundo, atualmente. Ela tem os cabelos prateados, olhos cinzentos, pele muito branca e lábios vermelhos. É alta e cheia de curvas.

Os cabelos de Morgana variam conforme sua concentração de glamour: mais lisos se ela está seelie, mais crespos se está unseelie. Quando equilibrada, suas madeixas tendem a permanecer levemente onduladas. Além disso, a aparência de Morgana reflete o uso de seus poderes féericos. Portanto, a meia-fada frequentemente apresenta características inumanas (olhos cortados por raios, pele brilhante, lágrimas cristalizadas, etc).

Devido à sua natureza nobre féerica, Morgana tem um ar altivo e sua presença exala majestade. As pessoas que não sabem seu nome não conseguem contrariá-la ou lembrar da aparência da meia-fada quando esta parte.

Bio:

Morgana é filha do Senhor das Tempestades Sombrias, uma fada, e da Rainha de Miríades, uma humana. Quando ela e o irmão gêmeo nasceram, os habitantes do reino consideraram-nos um presente do Deus da Tempestade, à época o padroeiro de Miríades. Pouco menos de um ano depois, a rainha deu à luz a outro herdeiro, o príncipe Viktor].

Durante a infância, Morgana recebeu o treinamento básico dado aos nobres de Miríades: aulas de defesa pessoal, esgrima, história, línguas, música, filosofia, estratégia. Quando completou dez anos, decidiu por se tornar uma barda, recebendo treinamento especializado.

Morgana era uma criança rebelde e questionadora. Muito jovem, já convencia Morgan a escapar do castelo para visitar a cidade. Ela e o irmão gêmeo eram inseparáveis e tinham uma conexão sobrenatural, muito além do esperado em gêmeos normais. A medida que cresciam, Morgana e Morgan destacavam-se das outras crianças e mostravam-se cada vez mais inumanos, apresentando poderes misteriosos e características incomuns.

Seu pai, o rei, duvidava da paternidade dos gêmeos, mas nenhum método mágico era capaz de provar que Morgana e Morgan não eram seus filhos. Além disso, o rei ainda desconfiava que os primogênitos eram culpados pela loucura da rainha, que enlouqueceu após o parto. Por isso, ele dedicava-se ao terceiro filho, Viktor, e tratava os outros dois com desconfiança, punindo Morgana ao menor deslize da garota. Morgana passou a detestar o pai, que considerava arbitrário e inferior.

Durante a adolescência, a princesa tornou-se ainda mais rebelde, questionando abertamente o rei e mostrando-se uma má influência para Morgan e o restante dos jovens. Ao mesmo tempo, a princesa desentendia-se constantemente com seu irmão mais novo, Viktor, causando uma ruptura entre os jovens nobres do reino, o que preocupava os mais velhos. Morgana, entretanto, encarava aquilo apenas como um jogo para mantê-la ocupada na tediosa rotina real.

Quando Morgana completou dezesseis anos e se despiu do manto real, ela viajou de navio para Fasarun, em Vyrmora. Lá, ela se juntou a um grupo de aventureiros. Eles caminharam alguns meses juntos, quando foram enganados por uma vila e mandados ao covil de um dragão negro. O dragão matou o grupo e fez um prisioneiro, mas permitiu que Morgana escapasse. Ela encontrou uma caravana de mercadores que a levaram até a cidade mais próxima, onde Morgana conheceu a warlock Rael, o psiônico Isaak, o favorite soul Faná, o guerreiro Salgoth e o ritualista Devin. Juntos, eles partiram para uma cidade próxima onde acontecia uma competição de guerreiros. Lá, Morgana começou a fama de herói de Salgoth, cantando suas glórias.

O grupo seguiu por mais algum tempo até que Morgana reencontrou Morgan, após um ano e meio de separação. O irmão contou a Morgana que eles eram, na verdade, a progênie de uma fada nobre, e ele e Devin levaram todo o grupo para um passeio no mundo féerico. Morgan partiu no dia seguinte sem se despedir de Devin, com quem teve um caso, o que fez com que Rael questionasse a honra do gêmeo de Morgana. A meia-fada passou a detestar Rael, fingindo tolerá-la apenas para se vingar mais tarde.

Pouco depois, Morgana reencontrou Viktor. Para a surpresa dele, ela o tratou com carinho, recebendo-o afetuosamente. Morgana contou a Viktor sobre sua origem féerica e garantiu ao irmão que não iria voltar à Miríades para reclamar a posição de rainha. Para aproximar-se da irmã, Viktor decidiu acompanhar com seu grupo a próxima missão de Morgana.

Antes da missão chegar ao fim, Morgana confessou a Viktor seu ódio por Rael. Para agradá-la, Viktor armou um ardil para expôr Rael ao ridículo, no que Morgana chamou de “A Primeira Vingança”. Embora não pudesse provar, Rael desconfiou de Morgana e de seu irmão e prometeu retaliar-se. Naquela noite, Morgana e Viktor se tornaram amantes.

As vinganças de Morgana e Rael continuaram, evoluindo de brincadeiras inofensivas para conspirações perigosas. Ao mesmo tempo, Viktor confessara seu amor por Morgana e pedira a irmã em casamento, mas ela negou, afirmando que não queria ser rainha.

O grupo de Morgana dividiu-se. De um lado, ela, Isaak, Faná e Devin; do outro, Rael e Salgoth. Os interesses dos ex-companheiros se tornaram conflitantes e seus raros encontros eram marcados por brigas e discussões violentas entre as duas mulheres.

Pouco antes da Transcendência, Morgana colocou em prática “A Décima Vingança”. Junto com Lenien, o melhor amigo de Viktor e amante de Rael, ela conspirou para que a elfa lunar fosse expulsa da organização mágica da qual os dois faziam parte.

A reação de Rael foi rápida. Morgana recebeu uma carta anônima dizendo que Viktor a estava traindo e se teleportou para avisar ao irmão, mas, chegando lá, o flagrou na cama com Rael. Morgana retirou-se sem dizer nada e não quis ouvir as explicações de Viktor.

Morgana ignorou Viktor durante a Transcendência, encontrando-o apenas para realizar o Selamento dos Vértices. Nessa época, ela e Morgan também foram cruciais na vitória dos Nobres contra os Destituídos, chamados pelos Mortais de Esquecidos ou Devoradores, finalizando, assim, a Terceira Eternidade Feérica, na Guerra das Mil Lanças. Morgana conheceu o Lorde dos Penhascos Malditos, por quem se apaixonou por vingança, durante esta batalha.

Mas Viktor ainda era seu amor verdadeiro, e por isso Morgana enviou a ele o convite de seu casamento em cima da hora da cerimônia, como um teste. Se o irmão não aparecesse para impedir o enlace, ela nunca mais poderia perdoá-lo. Viktor apareceu pouco antes dos votos e matou o noivo de Morgana, convencendo-a a reatar com ele. Como presente, ele lhe entregou Elyan, filha de Rael, já que a elfa lunar havia desaparecido.

Morgana e Viktor se casaram e governaram Miríades, ao lado de Morgan e Devin, seus conselheiros. Tiveram onze herdeiros, a maioria gêmeos e trigêmeos, forjados através de magia féerica. Ela também ajudou Viktor a planejar e executar o golpe que fez com que ele se tornasse o Deus do Mal, eliminando o Pentagrama Maligno.

Atualmente, seu nome está esquecido do mundo. É conhecida apenas como “A Consorte” e reside com Viktor na Fortaleza Kannor, em um plano divino, aguardando ansiosamente o momento em que colocará em prática “A Última Vingança”.

Morgana

Despertar da Magia luisamontenegro