Vellor

Vellor é o maior continente de Edorun. Na Língua antiga, Vellor é uma corrupção de Velarian, que significa “Reino dos Homens”.

Vellor era conhecido, antes da Era Sem Deuses, como Maharet, que em Draconiano significa “Terra Antiga”. Foi, durante muitos milênios, a terra dos Dragões, antes da Segunda Guerra Divina. Com a quase extinção dos dragões durante este conflito, os reinos humanos floresceram nesse continente, com pontuais reinos e cidades livres de outras raças.

A Terceira Guerra Divina e o Cataclisma isolaram a península de Vellare, onde situavam-se os Domínios Arcanos. Embora a Grande Academia Arcana tenha caído, de seus escombros surgiram os primeiros passos nesse continente para uma nova civilização. Vellare foi rebatizada nessa época, pela corruptela popular de Velarian, tendo se adotado esse nomes para as terras conhecidas. Além das cordilheiras de Belarus-Sahel, tudo era apenas chamado de Terras Ermas.

Após a libertação dos deuses no final da Nona Era, a parcial destruição da Cordilheira, separada em duas por um vale, as terras ermas começaram a ser novamente exploradas. Haviam poucas civilizações além das montanhas, mas ao longo de milênios, novos reinos foram surgindo.

Isso até a Transcendência

Dos reinos antigos de Vellor, na atual era, apenas dois sobreviveram. Miríades, sob o punho de ferro de Rei [[:Viktor], que unificou as Terras Livres, anexou Hunnis e o norte de Elendë, a nação dos elfos, e o poderio comercial de Érbrio, que anexou Adovon e todo o restante do Reino Élfico.

Ao norte de Belarus e de Sahel, além da península de Vellare, está o Deserto de Eskhat. Ultrapassando suas areias, uma infinidade de pequenos reinos e feudos, além de terras selvagens e cidades quase destruídas, povoam o norte.

Vellor

Despertar da Magia b_jester